O 32° Sonho de Natal de Canela apresentou o inédito espetáculo A Fábrica de Sonhos. Com show sincronizado de luzes e som na Catedral de Pedra, o espetáculo é uma espécie de pocket da consagrada Chegada do Papai Noel. O Bom Velhinho e seus ajudantes realizam duas descidas diárias do alto da torre da Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes. O espetáculo caiu nas graças do público e foi o que teve o maior número de exibições ao longo do evento. Até 12 de janeiro serão 168 apresentações.

O Papai Noel é o personagem principal de A Fábrica de Sonhos. Para o montanhista canelense Daniel Jaggi, 38 anos, que interpreta o Bom Velhinho radical, o carinho e a interação com o público compensam todo o esforço físico. Jaggi e seus ajudantes sobem duas vezes ao dia uma escadaria feita de ferro pelo interior da Catedral para chegar até o ponto de onde descem fazendo rapel. “O processo é um tanto quanto cansativo, mas o calor humano é revigorante. Sempre ganhamos abraços e posamos para fotos. Quando aparecemos, sempre é uma grande recepção das pessoas. Isso não tem preço. É a confirmação de que realizamos um bom trabalho”, conclui Jaggi.

Foto – Rafael Cavalli