O vereador Renan Sartori (MDB) solicitou ao Executivo que realize estudo acerca da possibilidade de criação de um programa municipal de conscientização sobre a importância da correta separação e destinação do lixo.

“Justifica-se este pedido em razão da elevada quantidade de lixo que é produzido em Gramado, o qual é mal separado e mal destinado em alguns pontos da Cidade. Sabe-se que uma das principais preocupações dos centros urbanos é a quantidade do lixo produzido pela população. Esta questão representa um dos maiores desafios a ser enfrentado pelas administrações públicas, pois além da falta de espaço físico para disposição dos resíduos, deve-se também levar em consideração a preservação do meio ambiente. A atitude de reciclar, além de diminuir a quantidade de lixo a ser tratada e eliminada, contribui significativamente para a redução da extração de matérias-primas necessárias à produção de novos bens de consumo. Afinal, adotar a educação ambiental, colocando os resíduos recicláveis nos locais devidos, não nos custa nada e ainda promove uma melhor qualidade de vida para toda a população. Ter uma vida mais saudável depende tanto de uma política pública de serviços ambientalmente adequados de limpeza urbana quanto da atitude da população. O objetivo principal deste pedido é conscientizar a população gramadense sobre a importância da reciclagem do lixo, para evitar o acúmulo na natureza e poluição ambiental. O lixo é um fator altamente prejudicial ao meio ambiente por conter agentes poluentes de natureza química, genética e radiação. Além disso, com o aumento da população, aumentaram as necessidades de consumo da nossa sociedade, as quais contribuíram para o surgimento do lixo. O desconhecimento sobre tais informações resultam em alterações do meio ambiente a curto e médio prazo, favorecendo o desequilíbrio do ecossistema local. A reciclagem é o processo mais eficiente e ecologicamente responsável no trato de plástico, vidro, metal, papel e papelão. Ao reciclar, poupa-se a produção de materiais que demandam uma grande extração de matérias-primas da natureza, além de evitar-se a necessidade de aterros e lixões. Devido a isto, devemos enfatizar a educação e conscientização no ambiente escolar de ações de sustentabilidade usufruindo do nosso ambiente de forma responsável, elevando a real importância da reciclagem, a qual diminui a poluição, preservando para que futuras gerações possam usufruir do ecossistema local”, destacou.